Você está em: Página Inicial » Fundação Bradesco

Educação exemplar

Ação pioneira de investimento social privado, a Fundação Bradesco tem como principal missão proporcionar ensino formal e de qualidade a crianças, jovens e adultos, para que possam alcançar a realização pessoal por meio do trabalho e do efetivo exercício da cidadania.

Tal tarefa requer a afirmação de um conjunto de princípios educacionais e éticos que orientam ações pessoais e coletivas na condução de um projeto maior: a formação e profissionalização de milhares de brasileiros, nos mais diversos recantos do País. Os educadores da Fundação desenvolvem propostas pedagógicas que levam em conta as reflexões contemporâneas sobre educação, nos segmentos de ensino básico, profissionalizante e de jovens e adultos.

A Fundação Bradesco também procura implantar infra-estruturas que considerem os avanços tecnológicos, associados aos recursos das regiões onde suas escolas estão instaladas. Na Cidade de Deus, município de Osasco, encontra-se o núcleo administrativo e pedagógico, responsável por todo o sistema. Presente em todos os Estados brasileiros e no Distrito Federal, a entidade mantém 40 escolas, construídas prioritariamente em regiões de acentuadas carências socioeconômicas.

Formando cidadãos

Criada em 1956, a Fundação aumenta a cada ano a sua atuação: nos últimos vinte e cinco anos, elevou de 13 mil para mais de 109 mil o número de alunos atendidos em suas escolas a cada ano. A instituição oferece ensino gratuito e de qualidade na Educação Infantil, Ensinos Fundamental e Médio, Formação Inicial Continuada de Trabalhadores e Educação Profissional Técnica de Nível Médio nas áreas de Informática, Eletrônica, Indústria, Gestão e Agropecuária. Oferece, ainda, Educação de Jovens e Adultos, por meio da Teleducação e do portal Escola Virtual, na modalidade de “Ensino a Distância”.

Ao longo de seus 51 anos, a Fundação Bradesco já ofereceu ensino formal gratuito, com reconhecida qualidade, para mais de dois milhões de alunos. Consideradas outras modalidades de cursos presenciais e a distância, o número supera 2,5 milhões.

Confira no site www.fb.org.br os detalhes de cada projeto educacional.

Alunos atendidos em 2007, por nível de ensino
  Nº de Alunos % sobre o total
Educação básica 49.881 12,9
Educação de Jovens e Adultos 19.532 5,1
Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores 40.381 10,5
Subtotal 109.794 28,5
Educação a Distância (CIDs e Escola Virtual) 275.030 71,5
Total do atendimento 384.824 100,0

Educação Básica – Compreende a educação infantil e os ensinos fundamental (do 1° ao 9° anos) e médio, o que representa mais de 45% do total do atendimento anual. Também são oferecidos, gratuitamente, material escolar, uniforme, alimentação e assistência médico-odontológica.

Por meio de currículo integrado, a Fundação Bradesco procura proporcionar aos alunos o acesso ao conhecimento, nas suas complexidades prática e teórica, compreendendo que o processo de desenvolvimento é dialético e construtivo.

Para que isso ocorra, são propiciadas diversas oportunidades de formação continuada aos educadores, incluindo cursos presenciais e à distância.

Educação Profissional – Tem o compromisso de garantir ao aluno o direito ao desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva e social. A Fundação Bradesco, em consonância com o novo modelo de ensino profissionalizante vigente no País, estruturou os currículos de seus cursos para considerarem, sobretudo, as exigências do mercado e da sociedade, sob uma perspectiva inovadora.

Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores (FICT) – Atende às necessidades de atualização, qualificação e requalificação de trabalhadores com diferentes níveis de escolaridade. São mais de 100 opções de cursos livres, com programas flexíveis (permitem alterações de acordo com a realidade do mercado de trabalho), nas áreas de Gestão, Imagem Pessoal (Moda e Embelezamento Pessoal), Indústria (Elétrica, Eletrônica e Tecnologia Gráfica), Informática, Lazer e Desenvolvimento Social, Turismo e Hospitalidade (Serviços de Turismo, Hospedagem e Alimentação). Na área de Agropecuária, oferece cursos que incluem técnicas de Inseminação Artificial.

Educação de Jovens e Adultos – Dedicada a pessoas que não tiveram oportunidade de ingressar ou permanecer na escola em idade própria. Atua em dois segmentos: alfabetização de jovens e adultos e telecurso de ensino fundamental e médio.

O telecurso é ministrado em escolas próprias e empresas que estabelecem convênios com a Fundação Bradesco. O modelo oferece grande flexibilidade em relação aos horários, uma vez que as salas são levadas até as empresas, respeitando a diversidade de jornadas, além de ajudar a economizar o tempo dos alunos.

Criado com a prioridade de atender aos pais de alunos das escolas da Fundação Bradesco, o curso de alfabetização está apoiado na concepção socioconstrutivista, que torna o alfabetizando sujeito ativo no processo de aprendizagem. Os temas tratados em aula despertam interesses e motivam os estudantes, o que garante o sucesso do curso.

Parceiros do futuro

Um dos principais diferenciais da Fundação Bradesco é o seu extenso rol de parcerias com importantes instituições brasileiras e internacionais. Profissionais, empresas, universidades e organizações não-governamentais aplicam e difundem a metodologia de trabalho da Fundação, respeitando a identidade do seu sistema educacional. Nesse trabalho em conjunto, todos contribuem para as reflexões pedagógicas no atual contexto social, em que cada vez mais se questionam valores e paradigmas. Os principais parceiros são:

Aban Informatics Limited – Oferece 8 mil atividades pedagógicas, com ilustrações e animações, dos ensinos fundamental e médio, nas áreas de Física, Química, Biologia e Matemática (www.classontheweb.com).

Micropower – Parceiro de tecnologia de e-learning, para o projeto Escol@ Virtual, e de software de reconhecimento de voz, no treinamento em informática para deficientes visuais (www.micropower.com.br).

Cisco – Certificação em redes de computadores (Cisco Certified Network Associate – CCNA e Cisco Certified Network Professional – CCNP) para alunos da Fundação e comunidade interessados no ingresso e aperfeiçoamento nas TICs. O atendimento é realizado nas 31 academias da Fundação Bradesco e, a distância, via Net-Lab, por meio do programa Network Academy (www.cisco.com.br/netacad).

Intel – Parceria estratégica para a formação de professores e alunos no conceito da escola-modelo, como os projetos Intel Educar e Intel Aprender 1 to 1 Computer, formando professores e alunos da Fundação e das escolas públicas para utilizarem os recursos de tecnologia no processo de ensino, aprendizagem e produção de projetos interdisciplinares. Apoio à iniciativa 1 to 1 Computer, da Fundação Bradesco, possibilitando a criação de um ambiente interativo de aprendizagem com colaboração e mobilidade. (http://www.intel.com/education/la/es/paises/brasil/index.htm).

Microsoft – Parceria estratégica para a formação de professores e alunos da Fundação e da rede pública de ensino, com o objetivo de aplicar a tecnologia no processo de ensino-aprendizagem e na melhoria de empregabilidade dos alunos de comunidades carentes. Apóia projetos de inovação aplicada à educação no Bradesco Instituto de Tecnologia (www.microsoft.com.br).

IBM/Internet Security Systems – A Fundação tem no Bradesco Instituto de Tecnologia, localizado em Campinas (SP), uma célula de ensino e pesquisa em Segurança da Informação. Ali, a equipe de trabalho faz ensaios e testes relacionados ao tema, além de ministrar cursos sobre esse assunto para alunos da Fundação e funcionários da Organização Bradesco (www.iss.net).

Massachusetts Institute of Technology (MIT) – Media Lab – Parceria para o desenvolvimento, no Brasil, de aplicações de tecnologias (TICs) emergentes na educação básica que permitam atender às necessidades de aprendizagem da geração nativa digital e melhorar a empregabilidade e a mobilidade social das comunidades carentes (www.media.mit.edu).

AMD – Parceria para o desenvolvimento de projetos de sustentabilidade de Centros de Inclusão Digital, como o Laboratório de Aprendizagem de Pequenos Negócios, do Centro Social Nossa Senhora das Graças (Jardim Novo Osasco, Osasco, SP), fomentando ações de empreendedorismo e de auto-sustentabilidade (www.amd.com).

TCS Brasil – Parceria para o desenvolvimento do programa de formação de 100 jovens carentes em especialistas da Tecnologia da Informação (TI), em conjunto com a Tata Consultancy Services (TCS Brasil). A Fundação e a TCS Brasil formam estudantes em linguagem e metodologia Tata, para o desenvolvimento de sistemas nas plataformas líderes de mercado (http://www.br-tcs.com/).

EMC – Parceria destinada à formação de especialistas em soluções de storage, com o objetivo de especializar alunos da Fundação e de comunidades carentes para a melhoria da empregabilidade (http://brazil.emc.com/?fromGlobalSiteSelect=true).

Oracle – Parceria oferece um ambiente colaborativo aos alunos do ensino médio, por meio do portal Think.com (http://www.think.com/).

Universidade Católica do Chile – Parceria para o desenvolvimento de projetos educacionais baseados na colaboração e na mobilidade, por meio de dispositivos móveis (http://dcc.puc.cl/).

Universidade Católica de Brasília – Parceria para a implantação de centros de inclusão digital (CIDs) na região de Brasília e desenvolvimento de cursos para a escola virtual (portal de e-learning da Fundação Bradesco) (http://www.ucb.br/).

Positivo – Parceria no Projeto 1 to 1 Computer, com o objetivo de aplicar tecnologias e conteúdos, integrados ao portal www.educacao.org.br, da Fundação Bradesco (http://www.educacional.com.br/).

NIIT – A NIIT é líder mundial no desenvolvimento de cursos de informática, na modalidade de e-learning, com o objetivo de formar especialistas. A parceria visa ao fornecimento de conteúdos para o portal da Escola Virtual (http://www.niit.com/).

Universidade de São Paulo (USP) – Parceria para o desenvolvimento da rede de inclusão social, por meio dos CIDs (Centros de Inclusão Digital) e do projeto Poli Cidadã, com o objetivo de integrar as iniciativas de inclusão social no país, desenvolvidas por Telecentros, universidades e empresas, apoiadas pelo MIT (projeto D-lab) (http://fgil.apanela.com/policidada2007/).

Associação de Telecentros de Negócios (ATN) – Parceria para a implantação de mil centros de inclusão digital (CIDs), em todo o País, oferecendo educação e melhoria da empregabilidade, por meio da Escola Virtual (portal de e-learning da Fundação Bradesco) (http://www.atn.org.br/).

Fundação SOS Mata Atlântica – Incentivo à realização de atividades e projetos que visem à preservação do meio ambiente, à defesa da vegetação remanescente da Mata Atlântica e à conservação do patrimônio natural, histórico e cultural das regiões estudadas. Os projetos de educação ambiental são desenvolvidos por meio de apoio técnico ao funcionamento de viveiros, destinados ao manejo de espécies nativas, e às atividades de formação de multiplicadores desses conhecimentos (www.sosma.org.br).

Superintendência Regional da Receita Federal – 8ª Região Fiscal/São Paulo – Possibilita a abordagem da educação fiscal com os alunos da educação básica e do ensino de jovens e adultos, por meio da formação do educador, levando-o a refletir sobre o tema, correlacionando-o com o conteúdo programático curricular. Teve início com a formação de 50 educadores, das seis escolas da Fundação Bradesco instaladas no Estado de São Paulo, os quais atuam como articuladores do projeto. Nos próximos anos, será expandido para as demais unidades da Fundação e deverá envolver os familiares dos alunos e outros integrantes das comunidades.

Canal Futura – Desde 1997, a Fundação Bradesco é parceira, com investimentos da ordem de R$ 18,8 milhões, do projeto “Cuidando do Futuro”. Os programas do canal são utilizados nas unidades escolares da Fundação como instrumento motivador, com o objetivo de discutir problemáticas atuais que façam parte do cotidiano dos alunos. A Fundação Bradesco desenvolveu, com o Canal Futura, uma série de sete episódios do programa Feito à Mão, que estimula o empreendedorismo e o reaproveitamento de materiais descartados. Artesãos ensinam os telespectadores a reutilizar materiais que seriam jogados fora, criando produtos artesanais inspirados na cultura brasileira. O programa contribui com o desenvolvimento das habilidades manuais e a geração de renda do público expectador (www.futura.org.br).

Bovespa – O Projeto Educar Bovespa é uma parceria com a Bolsa de Valores de São Paulo, cujo objetivo consiste em envolver os alunos em reflexões sobre questões financeiras, correlacionando-as com o tema “Trabalho e Consumo”, na educação básica, e Gestão Financeira, na educação profissional técnica de nível médio (www.bovespa.com.br            Investidor       Programa Educacional Educar).

Alfabetização Solidária – Apoio ao Programa Alfabetização Solidária, presente em mais de 1.200 municípios pobres das regiões Norte e Nordeste. Também promove cursos nas áreas metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, além de trabalhar para o fortalecimento da cidadania no Brasil (www.alfabetizacao.org.br).

Grupo Bradesco de Seguros e Previdência – Projeto Integração Empresa-Escola – Criado em junho de 2004, no Rio de Janeiro, contribui com a integração social, a formação da cidadania e a promoção da qualidade de vida dos alunos da Fundação Bradesco, por meio do incentivo e do desenvolvimento do interesse pelos esportes e pelas artes. Em 2007, ofereceu seis modalidades esportivas para cerca de 450 alunos.

Fundação Lemann – Realização de dois cursos, via Internet, de aperfeiçoamento profissional, destinados a educadores da Fundação Bradesco e da rede pública de ensino. Com essa iniciativa, foram atendidos 160 diretores, assistentes e orientadores e mais de 70 diretores de escolas da rede pública do Estado de Tocantins.

Projetos de destaque

Além do próprio trabalho educacional que desenvolve, sua razão de ser, a Fundação Bradesco realiza uma série de projetos com foco socioambiental. Dentre eles, destacam-se:

  • Educa + Ação – Projeto conjunto com o setor público municipal, no esforço de elevação do desempenho escolar das crianças brasileiras. Na fase inicial, foram beneficiados cerca de 1.000 alunos do ensino fundamental de escolas municipais de oito cidades do Vale do Ribeira, interior de São Paulo. As unidades participantes do Educa + Ação contam com supervisão pedagógica e avaliação semestral, realizadas por profissionais especializados da Fundação Bradesco. Um Centro Pedagógico avalia o desenvolvimento da parceria, com o acompanhamento de auditoria externa. Os professores têm acesso a um amplo material para aplicação da metodologia em sala de aula, recebendo treinamento em cursos presenciais e a distância, ministrados pelo corpo docente da Fundação Bradesco.
  • A cidade que a gente quer – Uma das ações de maior destaque dessa parceria, na qual a Fundação Bradesco atua como co-patrocinadora dos consórcios de ensino e pesquisa do Media Lab do MIT – Massachusetts Institute of Techonology –, visando promover a inclusão social. Sob a orientação dos professores, os alunos da Fundação pensam em alternativas para problemas da comunidade em que vivem e partilham suas reflexões, trabalhando em equipe e utilizando recursos de informática e conhecimentos de robótica para resolver os problemas levantados (www.fundacaobradesco.org.br/cidade).
  • Comunidades indígenas – As unidades da Fundação próximas a comunidades indígenas desenvolvem projetos interdisciplinares, com o objetivo de estudar aspectos da trajetória dos índios no Brasil: a cultura, a língua, os mitos, os rituais, os manejos florestais e ambientais, a alimentação, as brincadeiras, os jogos e a música, dentre outros aspectos (www.fundacaobradesco.org.br/indigena).
  • Cuidando do Futuro – As escolas da Fundação Bradesco recebem a programação do Canal Futura e gravam antecipadamente os programas, para que sejam utilizados pelos professores em sala de aula, nas reuniões de pais, nas oficinas de capacitação e nas pesquisas dos alunos. A proposta é a de que eles desenvolvam um espírito de cidadania e possam mobilizar escola e comunidade para a elaboração de planos de melhoria pessoal e social.
  • Educação Fiscal – O Programa Nacional de Educação Fiscal, em conjunto com a Receita Federal, tem por objetivo incluir as questões da educação fiscal no conteúdo programático curricular.
  • Educar Bovespa – O principal objetivo do projeto é fomentar uma cultura de poupança e a formação de patrimônio, explicando aos alunos, familiares e moradores das comunidades do entorno das unidades escolares como fazer administração de finanças. Ao participar do projeto, crianças, jovens e adultos aprendem a controlar desde a mesada, até o orçamento familiar.
  • Parceiros da Aprendizagem – Iniciativa de alcance mundial da Microsoft destinada a colocar tecnologias e apoio pedagógico ao alcance de gestores, educadores, estudantes e comunidade escolar, para o pleno desenvolvimento do seu potencial.

Inclusão digital

Os Centros de Inclusão Digital (CIDs) formam uma rede de laboratórios de informática criados para atender as comunidades carentes, promovendo a inclusão digital e estimulando a responsabilidade social e o empreendedorismo, além de ampliar as noções de cidadania. Nesses espaços, professores, alunos da Fundação e voluntários ensinam outros alunos da comunidade a lidar com computadores e acessar a Internet.

O projeto existe desde 2004, com a inauguração das primeiras unidades. Até dezembro de 2007, foram implantados, em todo o Brasil, 69 CIDs, atuando por meio de parcerias locais com entidades sem fins lucrativos, empresas, universidades, órgãos públicos, entre outros. Assim, os beneficiados contam com um espaço de aprendizagem onde podem acessar os cursos da Escola Virtual e usufruir de recursos tecnológicos aos quais normalmente não teriam acesso. Saiba mais sobre o projeto, acessando www.cid.org.br

Escola Virtual

A Escola Virtual oferece cursos a distância, via Internet e semipresenciais, nos segmentos de Educação Básica, Profissionalizante e de Jovens e Adultos. O portal da escola (e-learning) está à disposição de alunos, ex-alunos, educadores e funcionários da Fundação Bradesco, além de pessoas da comunidade e desempregados que desejem obter uma nova especialização ou requalificação para o trabalho.

O Portal da Escola Virtual também oferece suporte ao Projeto “Intel Educação para o Futuro”, como espaço virtual de comunicação e colaboração entre os participantes do projeto, voltado à formação de profissionais da educação para o uso da tecnologia.

Mais informações podem ser encontradas no site www.escolavirtual.org.br

Mais informações sobre a Fundação Bradesco no site www.fb.org.br

Deficientes visuais

O Programa de Informática para Deficientes Visuais representa o principal suporte à difusão de um de suas principais ferramentas: o Virtual Vision, um software utilizado para capacitar os deficientes visuais, permitindo a completa interação com o Bradesco Internet Banking e a realização de diversas operações bancárias pelo computador, além de textos (Word) e de gráficos e tabelas (Excel). A iniciativa visa a promover a inclusão social e possibilitar que o deficiente visual acesse informações, ampliando os conhecimentos e as competências necessárias para o desenvolvimento do seu trabalho. Realizado desde 1998, atualmente o treinamento acontece em 32 unidades escolares da Fundação e 37 entidades parceiras, localizadas em diversos estados.

As empresas que necessitam contratar profissionais com esse perfil podem consultar gratuitamente o portal www.deficientevisual.org.br, que traz no link “Banco de Talentos” o currículo dos alunos e deficientes visuais cadastrados pela Fundação.

Voluntariado

Desde 2003, no mês de março, a Fundação Bradesco promove o Dia Nacional de Ação Voluntária. A atividade acontece em inúmeros locais, incluindo toda a rede de 40 escolas da Fundação, Centros de Inclusão Digital (CIDs), escolas estaduais e municipais e entidades sociais, com a participação de dezenas de voluntários, responsáveis pela realização de mais de 140 atividades gratuitas. Em 2007, cerca de 1,6 milhão de pessoas foram atendidas, com a execução de atividades de esporte e lazer, educação ambiental, oportunidade de emprego e renda, prevenção de doenças e consultas clínicas.

Para obter mais informações e participar do programa de voluntariado da Fundação Bradesco acesse o portal http://voluntariado.fb.org.br/voluntariado

Recursos

Os recursos para o custeio das atividades da Fundação Bradesco, também acionista do Bradesco, são provenientes de rendas exclusivas de seu próprio patrimônio, que, nos últimos dez anos, somaram R$ 1,392 bilhão. Em valores nominais, atualizados até dezembro de 2007 pela taxa CDI/Selic, o montante equivale a R$ 3,074 bilhões.

Recursos financeiros investidos

Ir para a página de 44